A Symantec se dividirá em duas empresas de tecnologia

A Symantec Corp. (NASDAQ:SYMC) anuncia hoje que seu Conselho de Administração aprovou por unanimidade um plano de separação da empresa em duas companhias independentes de capital aberto: uma focada em segurança e, a outra, no gerenciamento de informação (“IM”). A decisão da Symantec segue uma extensa revisão dos negócios, da estratégia e estrutura operacional da empresa. A criação de duas organizações independentes permitirá que cada entidade maximize suas respectivas oportunidades de crescimento e gere maior valor para os acionistas.

“Como as indústrias de segurança e armazenamento continuam a mudar em um ritmo acelerado, cada um dos negócios de segurança e IM da Symantec encontram oportunidades e desafios de mercado. Tornou-se claro que vencer tanto na área de segurança quanto no segmento de gestão da informação requer estratégias distintas, investimentos focados e inovação”, diz Michael A. Brown, Presidente e CEO da Symantec. “Separar a Symantec em duas empresas independentes de capital aberto fornecerá a cada organização a flexibilidade e foco para impulsionar o crescimento e aumentar o valor para os acionistas.”

A separação permitirá a cada corporação:

  • Focar em suas oportunidades únicas de crescimento, investimentos de P&D e suas capacidades do “go to market”
  • Reduzir a complexidade operacional
  • Melhorar a flexibilidade estratégica, buscar parcerias e desenvolver estratégias de fusões e aquisições independentes
  • Definir políticas de alocação de capital distintas

Brown relata, “Ao dar esse passo decisivo, a Symantec permitirá a cada empresa maximizar o seu potencial. Ambas terão escala operacional e financeira substancial para prosperar”.

Empresa de Segurança

A Symantec é uma reconhecida como empresa líder em segurança, com liderança no market-share geral – o dobro do competidor mais próximo, em um mercado que possui projeção de chegar a US$ 38 bilhões até 2018. O setor de segurança da empresa vê e analisa mais, além de saber mais sobre as ameaças à segurança do que qualquer outra empresa no mundo.

Sua estratégia unificada de segurança apresenta três elementos principais:

  • Entregar uma plataforma de segurança unificada que integra informações de ameaças de seus produtos da Symantec e dos Endpoints do Norton para gerar mais inteligência e telemetria; e integrar esta informação sobre ameaças em uma plataforma de Big Data para análise superior de ameaças.
  • Evoluir suas capacidades de serviços de segurança a partir de Segurança Gerenciada, resposta a incidentes, inteligência adversária a ameaças e treinamento baseado em simulação para profissionais de segurança. Esta é uma enorme oportunidade de crescimento como serviços gerenciados de segurança, em um mercado de US$ 10 bilhões até 2018, que crescerá a um CAGR de 30% entre 2013 e 2018.
  • Simplificar e integrar o seu portfólio de produtos de segurança, consolidando suas ofertas de Norton para uma única solução e, estendendo as suas capacidades de ATP e DLP em mais soluções para maximizar a proteção em cada um de seus pontos de acesso da empresa: endpoint, e-mail, web e gateways de servidores. A primeira oferta desta série será um gateway de defesa contra ameaças ATP, que a Symantec espera divulgar até o final deste ano fiscal.

A empresa de Segurança gerou uma receita de US$ 4,2 bilhões no ano fiscal de 2014. A divisão de segurança inclui: segurança de endpoint de consumidor e empresa; gerenciamento de endpoints; encriptação; dispositivos móveis; Certificados Secure Socket Layer (“SSL”); autenticação do usuário; segurança de e-mail, web e data centers; prevenção de perda de dados; segurança hospedada; e serviços gerenciados de segurança.

Empresa de Gerenciamento de Informação (IM)

A empresa de Gerenciamento da Informação da Symantec compete em mercados que possuíram valor de US$ 11 bilhões em 2013, e que devem ampliar para US$ 16 bilhões até 2018. Sua companhia de IM é líder de mercado, servindo 75% das empresas da Fortune 500. Os aplicativos da companhia estão envolvendo a indústria com 27% de crescimento ano-a-ano, enquanto os seus produtos de backup são primeiro lugar no setor. O negócio de IM permitirá que as organizações aproveitem o poder de suas informações para permitir a tomada de decisões altamente informada, não importa que sistema residente.

A estratégia de IM terá três focos para realizar essa visão:

  • Inovar em seu portfólio de soluções para fornecer produtos fundamentais, resilientes e confiáveis para a estratégia de seus clientes de gestão de informação. Isso permitirá que a empresa forneça recursos aos seus clientes onde quer que eles queiram comprar, seja sob a premissa de softwares e aparelhos integrados ou na nuvem. Por exemplo, a recém anunciada aplicação integrada do NetBackup 5330 dobra a capacidade e o desempenho de sua família de aplicações líderes na indústria.
  • Fornecer soluções que reduzem drasticamente o Custo Total de Propriedade de armazenar, gerenciar e derivar insights e valor de negócio a partir de informações e, nesse processo, auxiliar os clientes a reduzir a proliferação não gerenciada de dados redundantes e inúteis. Por exemplo, a empresa IM entregará uma nova integração com provedores de nuvem que permitem aos clientes gerenciarem dados em nuvens públicas e privadas, tais como conectores de nuvem para NetBackup e Recovery-as-a-Service (RAAS) para a nuvem Azure.
  • Permitir a visibilidade, gerenciamento e controle em toda a paisagem da informação de uma organização por meio de uma camada de informação inteligente que se integra com seu portfólio e ecossistemas de terceiros. No próximo ano, esse recurso permitirá aos clientes visualizar um mapa de suas informações, incluindo informações de identificação pessoal (PII), para reduzir o risco de que suas informações confidenciais e sensíveis sejam comprometidas.

A empresa de IM gerou uma receita de US$ 2,5 bilhões no ano fiscal de 2014 e inclui: backup e recuperação; arquivamento; eDiscovery; gerenciamento de armazenamento; e soluções de disponibilidade de informações.

Organização

Michael A. Brown será o presidente e CEO da Symantec e Thomas Seifert continuará na posição como CFO. John Gannon será gerente geral da nova empresa de gerenciamento de informações e Don Rath será o CFO.

Gannon atuou como presidente e diretor de operações da Quantum. Antes disso, liderou o negócio de PCs comerciais da HP. Rath se uniu à Symantec em Agosto de 2012 e, anteriormente, ocupou cargos tributários e financeiros sênior com a Synopsys, Chiron e VERITAS.

Detalhes transacionais

A transação está prevista a ser uma distribuição livre de impostos para os acionistas da Symantec de 100% do negócio de IM em ações negociadas novas, independentes e públicas. A razão de distribuição do estoque esperada será determinada em uma data futura. A empresa espera concluir o spin off até o final de Dezembro de 2015. Esperamos incorrer a separação e os encargos de reestruturação no decorrer da conclusão da transação, enquanto trabalhamos para separar as duas companhias.

A separação proposta está sujeita às condições habituais, incluindo a aprovação final pelo Conselho de Administração da Companhia, o preenchimento eficaz do Formulário 10 com a Securities and Exchange Commission e a satisfação dos requisitos regulatórios estrangeiros. Não pode haver garantia de que qualquer transação de separação ocorrerá em última instância e, caso ocorram, não pode haver garantias de seus termos ou timing.

A J.P. Morgan Securities LLC está trabalhando como assessoria financeira da Symantec.

Perspectivas de Negócios e Trimestrais

A Symantec reitera a orientação trimestral de setembro, como afirmou na chamada de receita de Agosto. A empresa tem intenção de fornecer mais detalhes sobre o trimestre em sua conferência de 5 de Novembro.

Sobre a Symantec

A Symantec Corporation (Nasdaq: SYMC) é líder em proteção das informações e ajuda as pessoas, empresas e governos que buscam a liberdade para desbloquear as oportunidades que a tecnologia traz – a qualquer hora e em qualquer lugar. Fundada em abril de 1982, a Symantec, uma empresa da Fortune 500, opera uma das maiores redes de inteligência de dados globais e proporciona segurança, backup e soluções de disponibilidade para onde a informação vital é armazenada, acessada e compartilhada. A companhia possui mais de 20 mil funcionários em mais de 50 países. Noventa e nove por cento das empresas da Fortune 500 são clientes da Symantec. No ano fiscal de 2014, a companhia registrou uma receita de US$ 6,7 bilhões. Para saber mais acesse: www.symantec.com.br ou conecte-se com a Symantec no go.symantec.com/socialmedia.